Seminário de Investigação: Escrita de história, memória e gestão de um grupo familiar da nobreza Portuguesa, Séc. XV-XVI
28.04.2023 | 10h | Cruz Vermelha Portuguesa, Palácio do Conde d'Óbidos, Portugal

 

O seminário pretende dar a conhecer manuscritos inéditos ou pouco conhecidos, resultantes da escrita de história e memória de um grupo familiar que alcançou grande importância na corte e reino entre os sécs. 15 e 17, os Castelo-Branco. Dois desses manuscritos estão em mãos privadas e estão a ser recuperados, para posterior digitalização e disponibilização em acesso aberto; um deles será editado em edição crítica. O terceiro foi estudado numa tese de mestrado da FCSH.NOVA, por um dos atuais investigadores mestre do VINCULUM, Fábio Duarte

Todo este trabalho se enquadra nas atividades de descoberta, recuperação, edição, estudo e disponibilização de documentos levado a cabo pelo VINCULUM, de que foi outro exemplo recente o «Livro das capelas de Machico» e, no início do projeto, o «Inventário de bens de Gonçalo Gil Barbosa», de inícios do século XVI, estudado e parcialmente transcrito por outro mestre da FCSH.NOVA, Pedro Reis, ligado ao grupo de investigação sobre arquivos de família.

Sobre os manuscritos a estudar dia 28, foi publicado um post no Philoblog,  um dos mais importante locais de anúncio de descoberta e estudo de documentos desaparecidos ou desconhecidos, no mundo dos estudiosos da Literatura e da História medievais. Pertence à U. California- Berkeley, e é gerido pelo prof. Charles Faulhaber, coordenador da maior base de dados de literatura medieval ibérica, a Philobiblon. O post pode ver-se aqui