Missão/Orgânica Colóquios/Conferências Investigação Formação
    Entrada > Colóquios/Investigação > Redes temáticas quarta-feira, 22 de Novembro de 2017
 
Projectos IEM/FCT
Outros projectos financiados
Projectos internacionais
Cátedra UNESCO
Redes temáticas
Protocolos de investigação


Flag Counter

A participação em Redes Temáticas de Estudos Medievais, nacionais ou internacionais tem vindo a afirmar-se, nos últimos anos, como uma das formas mais interessantes de promover o papel dos Estudos Medievais produzidos em Portugal no seu desejável enquadramento, i.e., junto dos seus pares, quer portugueses, quer estrangeiros.

Esta integração tem permitido que a investigação produzida possa ser comparada e integrada na investigação sobre temas semelhantes produzida no resto do Mundo propiciando ainda a criação de  sinergias de investigação para apresentação de projectos conjuntos num futuro próximo.

Internacionais:

Cátedra UNESCO - "O Património Cultural dos Oceanos"
A Cátedra “O Património Cultural dos Oceanos”, atribuída pela UNESCO à Universidade NOVA de Lisboa, visa o desenvolvimento de uma rede inovadora de instituições e investigadores nas áreas do património cultural, da história marítima e da história ambiental marinha, em particular do património marítimo e subaquático, à luz da Convenção de 2001 da UNESCO sobre a Proteção do Património Cultural Subaquático.

CARMEN. The worldwide medieval network
A worldwide network of medievalists, its name being an acronym for the "Co-operative for the Advancement of Research through a Medieval European Network". It links a number of research institutions, universities, interest groups and individuals with common scholarly interest in the study of the Middle Ages. While based in Europe, it reaches out to all continents to create an open and truly international platform of co-operation in the field of medieval research and teaching.

FIDEM. Fédération Internationale des Instituts d’Études Medievales
Its main objectives are: to represent efficiently the member institutes and centres among national and international organizations, to support scientifically, morally and financially research in medieval studies, to organize information exchange, to further concerted action in relation to teaching programmes and major research projects, to encourage meetings between researchers and to favour exchanges of lecturers, speakers, researchers and students.

International Network_ Small Cities in Time (In_Scit)
De acordo com os seus estatutos, esta rede “assume-se como uma plataforma de colaboração entre investigadores, de qualquer área científica, e todas as entidades que desenvolvam e/ou promovam pesquisa sobre comunidades urbanas de reduzidas dimensões, abordadas na sua historicidade”. Assim, esta estrutura pretende atingir dois objetivos complementares que são, segundo o mesmo documento, os de “desenvolver a investigação científica sobre as pequenas cidades, numa perspetiva multidisciplinar, desde a origem dos núcleos urbanos até ao presente” e “promover o trabalho conjunto entre investigadores e organismos locais, nacionais e supra nacionais que representem, na atualidade, as pequenas cidades, aumentando o impacto da pesquisa sobre os decisores e a sociedade”.

Ménestrel. Médiévistes sur le net : sources, travaux et références en Ligne
Nos objectifs : favoriser sur internet le développement de ressources européennes pour l’étude du Moyen Âge et plus particulièrement de ressources francophones, faciliter la visibilité des travaux des médiévistes au niveau international et contribuer au dynamisme des échanges savants ; offrir gratuitement sur le web, à l’usage des chercheurs, des étudiants et des amateurs éclairés, un répertoire critique de ressources disponibles sur internet dans le domaine des études médiévales.

Rede Medieval. Rede Luso-Brasileira de Estudos Medievais. Cátedra Jaime Cortesão
Parceiros: Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas da USP, Laboratório de Estudos Medievais (LEME-USP), Departamento de História de Arte da UNIFESP, Departamento de História da UFG, Departamento de História da UFMG, Departamento de História da UNICAMP; CEPESE (Porto), CHSC (Coimbra), CIDHEUS (Évora), Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa.

RURALIA
A RURALIA é uma rede associativa de investigação formada por representantes de diversos países para a promoção do estudo arqueológico do povoamento e vida rural medieval na Europa, que promove a realização de estudos, a divulgação dos resultados das investigações desenvolvidas nos países membros e proporciona associações de investigadores em projectos internacionais que juntam vários países mebros.Trata-se da primeira vez que Portugal fica representado nesta rede associativa.

Nacionais:

Rede de Investigação Arqueológica Partilhada da FCSH/UNL (RIAP-FCSH/UNL)
Parceiros: CHAM; IEM; IHC; IO (2012-    )
A RIAP é uma rede que foi criada pelo IEM, CHAM e IHC, com o objetivo de promover a cooperação e o desenvolvimento de projetos de investigação transversais na área da arqueologia. Esta colaboração visa ainda a organização de eventos e edições de publicações, bem como o desenvolvimento de ações de divulgação para públicos não especialistas.

Rede Temática "Famílias e Sociedade: Arquivos, História, Memória"
Parceiros: CHAM; IEM; IHC (2010-    )
Agregando o IEM, CHAM e IHC, esta Rede Temática pretende capitalizar o trabalho realizado sobre  arquivos de família desde 2008, assim como a existência, na FCSH, de formação pós-graduada em arquivística.  Objectivos:  desenvolver investigações em História com recurso aos arquivos de família; organizar arquivos de família com base em conhecimentos históricos;  prestar serviços à comunidade na área dos arquivos e da história da família.

Rede Temática “Estudos do Local (História) – Idade Média"
Parceiros: Universidade Aberta e 14 autarquias
A Rede Temática em Estudos do Local tem por objetivo promover e desenvolver projetos de investigação multidisciplinar sobre os núcleos urbanos onde sedeiam os Centros Locais de Aprendizagem da Universidade Aberta e respetiva área de abrangência. Trata-se de uma plataforma coordenada pela ELO que agrega várias unidades de investigação, 15 municípios e entidades culturais - http://www.uab.pt/web/guest/organizacao/umcla/elo.


<
> Ficha Técnica
> Termos de Utilização
> Inquérito de Satisfação
> Mapa do Sítio
IEM - Instituto de Estudos Medievais
Avenida de Berna, 26-C | 1069-061 Lisboa