DEGRUPE - A Dimensão Europeia de um grupo de Poder: o clero na construção política das Monarquias Peninsulares (sécs. XIII-XV)

Unidade de Investigação: CIDEHUS
Unidades de Investigação associadas: IEM-FCSH/NOVA, Universidade Católica de Lisboa, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra, Faculdade de Letras da  Universidade do Porto,  Faculdade de Letras da  Universidade de Lisboa, Universidade Complutense de Madrid, Universidade de Salamanca, Universidade de Lleida
Investigadora responsável: Hermínia Vilar
Equipa de investigação: Maria João Branco, Ana Jorge, Maria Helena Coelho, Amélia Álvaro de Campos, Rosário Morujão, Anísio Saraiva, Armando Carvalho Homem, Cristina Cunha, Hermenegildo Fernandes, André Leitão, Hugo Crespo, Óscar Villaroel González, José Luis Martin Martin e Flocel Sabaté
Bolseiro de investigação: Francisco Díaz

Resumo do projecto:
O projecto que se apresenta procura, num primeiro momento, refletir sobre o papel e a importância do clero, em especial, do clero secular na criação de um espaço de mobilidade e de circulação de modelos culturais e políticos extensível ao conjunto da christianitas europeia e, num segundo momento, de aprofundamento comparativo, ao nível do estudo de caso, do seu contributo para a construção das monarquias peninsulares: Portugal, Castela e Aragão.

Para tal estabelecemos 5 objetivos básicos:
1 - reconstituição dos universos de clérigos ligados às capelas régias dos reinos em análise, ao exercício de cargos administrativos junto aos monarcas ou em sua representação, nomeadamente junto ao poder papal;
2 - definição e análise dos circuitos de mobilidade peninsular e europeia do clero episcopal português e castelhano, atendendo aos circuitos de formação universitária, à detenção de benefícios em diferentes pontos da cristandade e ao exercício de cargos
na estrutura eclesiástica ou politica;
3 - compreensão do perfil social e cultural dos clérigos ligados à estrutura politica, apreender as tipologias de trajetórias e a articulação entre percurso eclesiástico e percurso politico entre os séculos XIII e XV e numa perspetiva comparada entre osdiferentes espaços peninsulares;
4 - aprofundar o conhecimento sobre as formas de influência e intervenção do clero no contexto da formação das monarquias peninsulares no contexto temporal definido;
5 - articular a investigação a realizar com o trabalho já desenvolvido no contexto do GDRE - At the Foudations of the Modern European State: the Legacy of the medieval clergy.
A concretização destes cinco objetivos parte da noção central da importância do clero como elemento primordial na fase de constituição e definição das monarquias peninsulares, a múltiplos níveis desde o da influência ao nível do campo jurídico e da construção da legitimação política, ao exercício de cargos administrativos e de representação externa e ao apoio espiritual .

Parte igualmente do pressuposto da necessidade de ler esta influência atendendo não apenas à importância e influência local ou nacional dos eclesiásticos, mas à sua inserção em redes que ultrapassavam as fronteiras politicas do reino e se estendiam, com maior ou menos profundidade, a diferentes espaços da cristandade. Neste contexto, procurar-se-á compreender o peso destas redes na definição dos percursos de mobilidade e dos modelos de carreira.

Por último, a justificação deste projeto filia-se ainda na necessidade de estudar, numa perspetiva comparada, os processos de formação das monarquias peninsulares e do papel do clero, o qual, apesar dos estudos já existentes e mencionados adiante no ponto referente ao estado da arte, deixam ainda em aberto, entre outros aspetos, a identificação de protagonistas, a definição
de trajetórias, a importância e funções da capela régia, as ilações e leituras passíveis de serem retiradas a partir de uma análise comparada e que ultrapassa as fronteiras politicas de um reino.

A concretização dos objetivos acima referido implicará a análise e consulta de documentação diversa, com destaque para a documentação de origem régia que permitirá a identificação prévia dos universos acima referidos. A esta junta-se a documentação dos fundos diocesanos, cujo volume e dimensão implicará uma heurística orientada de acordo com objetivos claros e visando a identificação de protagonistas e a reconstituição de carreiras.

Adicionalmente a compulsão da documentação papal permitirá, em muitos dos casos, completar o conhecimento dos percursos de mobilidade através da cristandade.

Em termos metodológicos a abordagem, por vezes casuística ou individual que se propõe, permitirá o estabelecimento de leituras comparativas e de âmbito mais global sobre o papel e a influência do clero junto às monarquias peninsulares. Da mesma forma, procura-se conhecer melhor os níveis privilegiados de intervenção, desde a capela régia ao aparelho administrativo e os agentes responsáveis por essa influência, em especial através dos estudos da importância e da amplitude das redes que cruzavam o espaço eclesiástico das cristandade europeia. Sendo esta uma temática que se insere numa tradição historiográfica presente em contextos historiográficos precisos e indicados na revisão da literatura e estando este projeto articulado com um grupo de investigação de âmbito europeu, deveremos ter em linha de conta a variedade assinalável de abordagens já existentes. Abordagens , em alguns casos casuísticas, mas noutros que fornecem linhas de interpretação e de análise que serão tidas em conta e que se refletem no perfil de consultores científicos escolhidos. No que respeita especificamente à constituição da equipa esta procura congregar não apenas alguns investigadores já com obra reconhecida na ou nas áreas em análise, mas também jovens investigadores em processo de formação e cujos trabalhos secundam aspetos particulares desta análise.

Sítio Web do projeto: http://degrupe.cidehus.uevora.pt