IEM apoia e participa nas jornadas internacionais "A Reconquista: Ideologia e Justificação da Guerra Santa Peninsular"
Em Palmela, no Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela, nos dias 29 de novembro a 1 de dezembro


 

Data:  29 de novembro a 1 de dezembro, 2018
Local: Palmela, Auditório da Biblioteca Municipal de Palmela
Organização: Universidade Autónoma de Madrid; Gabinete de Estudos sobre a Ordem de Santiago (GeSOS) da Câmara Municipal de Palmela
Apoio: Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (IEM-NOVA FCSH); Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora (CIDEHUS-UÉ); Rota de Vinhos da Península de Setúbal.


Cartaz [ver] | Programa [ver] | Boletim de inscrição [ver] | Informações: patrimonio.cultural@cm-palmela.pt / Tel.: 212 336 640


Nos próximos dias 29 de novembro a 1 de dezembro, realizar-se-ão em Palmela, no Auditório da Biblioteca Municipal, as jornadas internacionais "A Reconquista: Ideologia e Justificação da Guerra Santa peninsular”, organizadas pela Universidade Autónoma de Madrid e pelo Gabinete de Estudos sobre a Ordem de Santiago (GeSOS) da Câmara Municipal de Palmela, e conta com o apoio do Instituto de Estudos Medievais da Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (IEM-NOVA FCSH), do Centro Interdisciplinar de História, Culturas e Sociedades da Universidade de Évora (CIDEHUS-UÉ) e Rota de Vinhos da Península de Setúbal.

Estas jornadas, que contam com a participação de diversos membros do IEM, pretendem fazer um ponto de situação do resultado da investigação levada a cabo durante o segundo ano de execução do projeto I+D “Violência religiosa na Idade Média peninsular: guerra, discurso apologético e relato historiográfico (sécs. X-XV)” (HAR2016-74968-P), no qual participa, como investigador, Luis Filipe Oliveira, membro integrado do IEM.

O encontro pretende seguir a linha de investigação que tem tentado repensar e recentrar as problemáticas em torno da construção da relação entre memória histórica e historiografia, criada e recriada nos sucessivos momentos de evolução cultural.

Com o enfoque na ideia e no conceito de Reconquista, uma das construções mais operativas, de entre as que animaram, no quadro peninsular, o confronto entre cristãos e muçulmanos, nestas jornadas procurar-se-á clarificar perspetivas e fundamentar hipóteses em relação a um tema tão desgastado como necessitado de uma séria valorização historiográfica, de forma a situá-lo no lugar que lhe corresponde como discurso justificador muito efetivo.

Para tal, neste encontro, estarão presentes as duas tradições, cristã e islâmica, bem como a análise das respetivas estratégias ideológicas em torno da narrativa reconquistadora.

Esta iniciativa tem participação gratuita mediante inscrição prévia. Informações e inscrições: patrimonio.cultural@cm-palmela.pt / Tel.: 212 336 640