A cozinha medieval da gente comum nos seus utensílios habituais, por Iria Gonçalves
1a sessão do Seminário de Estudos Medievais, dia 25 de Janeiro, às 17:00, na NOVA FCSH (Edifício ID, Sala Multiusos 2)

 

 

Data: 25 de Janeiro, 2018
Horário: 17:00-19:00
Local: NOVA FCSH, Edifício ID, Sala Multiusos 2 (4º Piso)

No próximo dia 25 de Janeiro, na Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa (NOVA FCSH), dar-se-á início a um novo ciclo de seminários periódico do Instituto de Estudos Medievais (IEM), intitulado "Seminário de Estudos Medievais" (SEM), sucessor dos seminários "Conversas sobre a Cidade" e "Metodologias em Estudos Medievais", organizados pelo Grupo de Investigação "Territórios e Poderes".

Cabe a Iria Gonçalves (IEM-NOVA FCSH) abrir a primeira sessão do SEM. Prosseguindo o estudo de um tema que lhe é bem caro – a alimentação e a cozinha medievais –, Iria Gonçalves centrará desta vez a sua atenção nas camadas mais populares da sociedade medieval.

A presente intervenção pretende olhar para os utensílios usados na cozinha na altura e, a partir daí, perceber a sua utilização no desenrolar da preparação das refeições confecionadas e tomadas pela gente comum.

Nota biográfica
Licenciada em Ciências Histórico-Filosóficas pela Universidade de Lisboa, Iria Gonçalves doutorou-se em História Medieval pela Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade Nova de Lisboa, onde lecionou até à sua jubilação em 2003. Especialista de temáticas relacionadas à organização do espaço, a alimentação, a antroponímia e a fiscalidade. Entre as suas publicações constam, como mais importantes: As finanças Municipais no Porto na segunda metade do século XV, Porto, 1987; Imagens do mundo medieval, Lisboa, 1993; O Património do mosteiro de Alcobaça nos séculos XIV e XV, Lisboa, 1989; Um olhar sobre a cidade medieval, Cascais, 1996; e, o mais recente, À mesa nas terras de Alcobaça em finais da Idade Média, Lisboa-Alcobaça, 2017.