As "Cartas d’Itália" de 1452 à luz da documentação diplomática
por Tiago Viúla de Faria, 29 de Março de 2017, às 17h00, na FCSH/NOVA (Edifício ID, Sala 2.21). Entrada livre

 

 

Data: 29 de Março, 2017
Horário: 17h00-19h00
Local: FCSH/NOVA, Edifício ID, Sala 2.21

A intervenção propõe trazer a este Seminário alguma discussão sobre uma tipologia de fonte particularmente grata ao estudo da diplomacia de qualquer período, e talvez em particular à Idade Média. O conjunto de “cartas” redigido por Lopo de Almeida e Luís Gonçalves Malafaia, incumbidos por Afonso V de acompanhar a irmã do rei, Leonor de Avis, até ao imperador Frederico III, para com ele casar em 1452, é riquíssimo sob diversos pontos de vista. Situados entre o relato e o relatório, estes registos são tanto digressivos quanto precisos na forma como caracterizam os acontecimentos que rodeiam o matrimónio. Assim, esta intervenção analisará estas cartas, em contexto diplomático, enquanto combinação de modelos, formas e propósitos.

Nota biográfica
Tiago Viúla de Faria, investigador do IEM (FCSH-NOVA) e visiting scholar da Universidade de Oxford, desenvolve investigação – enquanto bolseiro FCT de pós-doutoramento – sobre diplomacia e práticas epistolares na Penísula Ibérica. A sua publicação mais recente, em co-autoria com João Gouveia Monteiro e Miguel Gomes Martins, é o artigo “Another 1415: Portugal’s Military Landscape at the Time of Agincourt” (Journal of Medieval History, 2017).