I Encontro NOVA-Complutense sobre a Ibéria Medieval
Desenhar a eternidade: cenografias funerárias na Ibéria Medieval, de 1-4 Março, 2018. Inscrições abertas



 

Data: 1-4 Março, 2018
Local: Lisboa, Instituto Cervantes (dia 1-3) / Batalha, Mosteiro de Santa Maria da Vitória (dia 4)
Organização: IEM-NOVA FCSH; IELT-NOVA FCSH; CHAM-NOVA FCSH, UAc; IHA-NOVA FCSH; CESEM-NOVA FCSH; Instituto Cervantes; Projecto "arte, poder y conocimiento en el Mediterráneo medieval. Las redes de intercambio y su impacto en la cultura visual" (HAR2013-45578-R)"
Comissão Organizadora: Alicia Miguélez Cavero (IEM-NOVA FCSH) (coord.), Ángel Fuentes Ortiz (UCM) (coord.), Juan Carlos Ruiz Souza (UCM), Gonzalo del Puerto y Gil (Instituto Cervantes), Zuelma Duarte Chaves (CESEM-NOVA FCSH), Gonzalo J. Escudero Manzano (UCM), Margarida Esperança Pina (IELT-NOVA FCSH), Carla Alferes Pinto (CHAM-NOVA FCSH, UAc)


Programa [aqui] | Cartaz [aqui] | + Info. e inscrições no website do 1º Encontro [PT | ES] | E-mail para informações [aqui]


A 1ª Edição dos Encontros NOVA-Complutense sobre a Ibéria Medieval, com o título “Desenhar a eternidade: Cenografias funerárias na Ibéria Medieval”, decorrerá entre os dias 1 a 4 de Março, na sede do Instituto Cervantes em Lisboa (dias 1-3) e no Mosteiro de Santa Maria da Vitória, na Batalha (dia 4).

Esta iniciativa surge no âmbito da assinatura de um protocolo de colaboração entre a Universidade Complutense de Madrid e a Universidade Nova de Lisboa, com o objetivo principal de promover o intercâmbio científico entre duas das instituições que nas últimas décadas mais têm contribuído para a produção de conhecimento acerca da Idade Média na Península Ibérica.

Estes Encontros contribuirão para uma reflexão conjunta acerca das actuais perspectivas sobre o medievalismo abrindo assim novos caminhos de investigação que permitam recuperar uma rede de sinergias que terá ligado os diferentes reinos ibéricos há séculos. Este projecto procura promover a colaboração científica e estratégica entre as diversas unidades de investigação e os departamentos de ambas instituições onde se encontram integrados medievalistas.

A 1ª Edição centrar-se-á na análise da produção sociocultural ligada ao universo funerário medieval no espaço ibérico, e contará com reputados especialistas, que farão uma abordagem ao tema a partir de diferentes perspectivas: História da Arte, História Política, História da Ciência, Epigrafia, Musicologia, Arqueologia, Literatura. Este 1º Encontro contará com várias sessões de intercâmbio científico, alternando as comunicações principais com sessões de comunicações.

No sábado, 3 de Março, far-se-á também uma visita ao Museu do Convento do Carmo, analisando in situ alguns dos monumentos funerários que ali se conservam sob um ponto de vista formal, estilístico, conceptual e político, ao que se seguirá, ainda no Convento do Carmo, um concerto de música medieval e renascentista pelo agrupamento Ensemble Tagus.

No domingo, 4 de Março, será ainda realizada uma visita ao mosteiro de Santa Maria da Vitória (Batalha) com o propósito de analisar o significado dos panteões régios portugueses, comparando-os com casos contemporâneos de outros reinos ibéricos.